Junta de Freguesia de Alvarães

Notícias

“Traquinas e Petizes” é o novo projeto de futebol infantil em Alvarães

“Traquinas e Petizes” é o novo projeto de futebol infantil em Alvarães

26-DEZ-2016

“Traquinas e Petizes” é o novo projeto de futebol infantil, que já conta com perto de três dezenas de crianças com idades entre os seis e os 10 anos, da Associação Desportiva e Cultural de Alvarães (ADCA), em Viana do Castelo, anunciou a direção, este domingo, durante as comemorações do 41º aniversário. “O nosso objetivo é apostarmos nas camadas mais jovens, pois o futuro da nossa coletividade são os mais novos. Tentamos mostrar às nossas crianças que acima das vitórias está sempre o respeito e a amizade. Ajudamos a prepara-los para que saibam enfrentar os desafios que irão surgir-lhes”, destacou Rui Rodrigues, diretor ADCA, no seu discurso para assinalar o 41º aniversário daquela associação. O presidente da Câmara Municipal de Viana do Castelo, José Maria Costa presidiu às comemorações deixando uma mensagem de agradecimento pelo trabalho desenvolvido ao longo das últimas quatro décadas e garantiu que estará atento às necessidades da associação para desenvolver o seu trabalho. Estiveram presentes várias empresas da freguesia, dirigentes associativos, atletas acompanhados dos seus pais e treinadores. “Com a ajuda de todos levaremos o nosso projeto o mais longe possível e é com orgulho que podemos dizer que, de dia para dia, sentimos as nossas crianças mais entusiasmadas e com vontade de aprenderem sempre mais”, frisou Rui Rodrigues. A formação dos mais jovens é a prioridade da ACDA, que acolhe atletas das freguesias vizinhas e do concelho de Barcelos.

Ler mais...
Desejamos um Santo e Feliz Natal e uma época festiva com paz, tranquilidade e alegrias

Desejamos um Santo e Feliz Natal e uma época festiva com paz, tranquilidade e alegrias

24-DEZ-2016

É também a altura ideal para agradecer a toda a comunidade a bondade e a entreajuda na freguesia. Somos uma comunidade unida o que muito nos orgulha e motiva para que cada dia façamos mais e melhor. Este executivo continuará sempre próximo da população, porque para nós as pessoas estão em primeiro e, por isso o trabalho desenvolvido na área social é a nossa prioridade. Estamos atentos, queremos uma freguesia unida e uma população exigente com a sua vila. A Junta de Freguesia de Alvarães está atenta e disponível para ajudar e fazer cada vez melhor. Este foi um ano de muitas lutas e com várias conquistas para a nossa freguesia. O próximo será ainda melhor. O próximo será ainda melhor.   Presidente da Junta de Alvarães Fernando Martins

Ler mais...
O artista plástico Alvaranense Filipe Neves, responsável pela escultura alusiva aos trabalhadores das telheiras.

O artista plástico Alvaranense Filipe Neves, responsável pela escultura alusiva aos trabalhadores das telheiras.

23-DEZ-2016

12º aniversário de elevação a Vila Alvarães inaugura escultura em homenagem aos trabalhadores da cerâmica Uma escultura em bronze em homenagem aos trabalhadores da cerâmica e distinção aos comerciantes locais são os dois momentos altos da comemoração, este sábado, do 12º aniversário da elevação da freguesia de Alvarães, a vila, em Viana do Castelo. A inauguração da nova escultura, criada pelo artista plástico Filipe Neves, com cerca de dois metros de altura e outros tantos de largura marca o início da construção do Museu da Cerâmica, que vai nascer no lugar das Costeira, no Monte de Infias, onde era extraído o barro e junto aos antigos fornos. “A escultura é composta por duas mãos. Uma simboliza a dureza do trabalho do barro e da sua transformação em telha. A outra representa quem recebe e acolhe. Na altura, existia, no trabalho, muita união entre o povo”, explicou o autor da instalação artística de 45 anos de idade, natural da freguesia e atualmente a trabalhar no Brasil. A mensagem da obra assenta “na grande dureza do fabrico artesanal da telha que ocupava, sobretudo mulheres e crianças. “ Há uma ligeira inclinação entre as duas mãos para dar a sensação do trabalhador que está dentro do forno a fazer a telha e um outro no exterior a receber o produto final”, detalhou o autor.

Ler mais...
Festa de Santa Cruz e Andores Floridos de Alvarães dias 20 e 21 Maio 2017

Festa de Santa Cruz e Andores Floridos de Alvarães dias 20 e 21 Maio 2017

23-DEZ-2016

Os andores floridos, decorados com milhares de pétalas coladas de forma a criar motivos religiosos, paisagísticos e monumentais, são os "ex-libris" da Festa de Santa Cruz, que sábado, dia 20 Maio e domingo, dia 21 Maio 2017 decorre em Alvarães, Viana do Castelo. O trabalho de confeção dos onze andores tem lugar, normalmente, no pátio das casas dos mordomos e decorre praticamente ao longo de toda a semana que antecede a festa, só sendo dado por concluído no fim da tarde de sábado, dia 20. Chegam a juntar-se, à volta de cada andor, três dezenas de "artífices", gente de todas as idades e profissões que, pétala a pétala, criam autênticas obras de arte popular. As pétalas são coladas com cola feita à base de farinha, cuja humidade permite que elas se aguentem por vários dias viçosas e coloridas. Cada lugar da freguesia tem o seu andor e ainda se cultiva uma sã rivalidade entre os vários lugares, pelo que as temáticas escolhidas são mantidas em segredo até à tarde de sábado, altura em que os andores são transportados para a Igreja Paroquial. Domingo, os andores são levados em procissão aos ombros dos mordomos, para admiração dos milhares de forasteiros que todos os anos se deslocam a Alvarães para apreciar aquelas autênticas obras de arte popular."São andores únicos no País, 'bordados' pétala a pétala pelas mãos sábias da gente da terra, pelo que este é um património de Alvarães que não se pode perder e que merece ser perpetuado". Foi em Maio de 1946 que se fez em Alvarães o primeiro andor em flores naturais, cujo objetivo era a coroação da imagem de Nossa Senhora de Fátima. Em Outubro daquele ano, numa procissão que percorreu quase toda a freguesia em ação de graças pelo fim da II Guerra Mundial, mais quatro andores foram confecionados com flores naturais, transportando as imagens de Nossa Senhora de Fátima, de Nossa Senhora do Livramento, de Nossa Senhora do Rosário e de S. Sebastião.Em 1947, o então pároco da freguesia, cónego Cepa, sugeriu que na Festa das Cruzes os andores fossem novamente feitos com flores naturais, argumentando que os ornamentos que então os enfeitavam "cheiravam a mofo".A ideia foi bem aceite pela população e assim surgiram os primeiros andores de flores naturais, que em nada se assemelhavam aos atuais, pois a estrutura era ainda feita nos armadores e depois eram compostos com solitários e jarras de flores.No ano seguinte surgiu a ideia de se começar a colar as pétalas de flores em andores já feitos por cada lugar da freguesia e de acordo com a imagem do santo que iriam transportar. Um dos andores mais pesados é o consagrado a S. Sebastião, que representa um castelo quase totalmente revestido de musgo e cujo transporte chega a "reclamar" os ombros de seis homens. Bem mais leve é o andor dedicado a Santa Goreti, que, como manda a tradição, é sempre transportado por raparigas solteiras.

Ler mais...
Auto de Natal representado por populares ao longo de 3.000 metros da vila de Alvarães

Auto de Natal representado por populares ao longo de 3.000 metros da vila de Alvarães

22-DEZ-2016

No mês dezembro, a vila de Alvarães, concelho de Viana do Castelo, pretende fazer uma grande celebração de Natal, com a representação de um Auto de Natal que vai incluir 12 quadros vivos e que será apresentado ao longo de 3.000 metros. Júlio Vieira, coordenador do projeto, explicou que este é um Auto de Natal com base na paróquia, organizado por catequistas, e que pretende tornar o Natal “mais cristão”. “Queremos destacar a história de Jesus Cristo, os valores do Natal, em vez de nos focarmos no lado mais comercial e no Pai Natal”, resumiu o responsável, afirmando que o Auto acontece em dezembro. Este ano, entre os cerca de 130 populares envolvidos, estão crianças, jovens e adultos e membros de associações da freguesia. A ideia partiu no ano passado de um grupo de catequistas da paróquia, que já organiza a habitual Via Sacra, na Páscoa, também em quadros vivos, numa tradição com mais de 30 anos. Ao longo dos 3.000 metros de percurso do Auto, que começa na Igreja de São José, na Costeira, e termina na Igreja Matriz, está previsto que outros populares e curiosos acompanhem os quadros em procissão. Fernando Martins, autarca de Alvarães, garantiu também que a Junta de Freguesia apoia a iniciativa com os meios necessários.

Ler mais...
Viana do Castelo: Museu vai perpetuar fabrico artesanal de telha A preservação da memória do fabrico artesanal de telha na freguesia de Alvarães é o objetivo do núcleo museológico que a Câmara local vai criar, em 2016, e que integrará três antigos fornos.

Viana do Castelo: Museu vai perpetuar fabrico artesanal de telha A preservação da memória do fabrico artesanal de telha na freguesia de Alvarães é o objetivo do núcleo museológico que a Câmara local vai criar, em 2016, e que integrará três antigos fornos.

22-DEZ-2016

O presidente da Câmara Municipal, José Maria Costa, explicou esta segunda-feira que o futuro museu irá nascer da reconversão de uma casa, por acabar, existente nas proximidades no lugar das Telheiras, no Monte de Infias, junto às antigas barreiras onde era extraído o barro, para valorizar a tradição cerâmica de Alvarães. O imóvel, que vai ser adquirido pela autarquia por 25 mil euros, está situado junto a três antigos fornos, um ainda funcional e os restantes a necessitar de reabilitação. “Fomos sensíveis à preocupação da Junta de Freguesia de manter um espaço de memória das antigas telheiras e atribuímos um subsídio à autarquia local para adquirir o imóvel e o transformar, no próximo ano, em núcleo museológico”, explicou. O presidente da Junta de Alvarães, Fernando Martins adiantou que a documentação recolhida ao longo dos anos “atesta a existência de fornos de fabrico de telha na freguesia desde o século XVI, mas é quase certa a sua anterioridade, pois há indícios de ter sido aqui que se fabricou alguma da telha que cobriu o Mosteiro da Batalha”. O autarca acrescentou que o fabrico de materiais cerâmicos na freguesia fica a dever-se a “uma grande quantidade de jazidas argilosas que possui, cuja qualidade é comprovada pelo facto de, num passado ainda recente, virem industriais de Leiria e Alcobaça comprar barro à freguesia de Alvarães”. “Com o decorrer implacável do tempo e a progressiva industrialização do sector, os fornos foram sendo desativados, até serem definitivamente abandonados na segunda metade deste século”, disse. Para Fernando Martins, a criação do futuro núcleo museológico, é de “grande importância”, não apenas “do ponto de vista do seu aproveitamento turístico e, principalmente, pedagógico, como para perpetuar uma atividade artesanal que se encontra praticamente extinta”. O autarca de Alvarães, na margem esquerda do rio Lima, explicou que “o projeto do futuro núcleo museológico ainda vai ser elaborado pela Câmara Municipal de Viana do Castelo, após avaliação dos serviços de arqueologia”, considerando ser prematuro avançar com o montante do investimento a realizar naquela estrutura. O forno telheiro de Alvarães, ainda em funcionamento, foi construído na primeira metade do século XX e está classificado pelo Instituto Português de Arqueologia (IPA), encontrando-se atualmente vedado. Nas proximidades existiram outros fornos semelhantes, que foram progressivamente destruídos. A envolvente é dominada por algumas crateras, de grande dimensão, resultantes da antiga extração. O forno telheiro de Alvarães é retangular, escavado no solo, e construído em alvenaria de tijolo. Tem 7,5 metros de comprimento por dois metros de largura.

Ler mais...
Alvarães Viana do Castelo Associação BTT

Alvarães Viana do Castelo Associação BTT

21-DEZ-2016

Os Reumáticos trazem presépio e árvore de Natal ao centro da Vila. Reuniram diversas bicicletas que já não tinham utilidade e com elas construíram uma original árvore de natal que embeleza o centro da Vila. A Junta de Freguesia dá os parabéns a esta associação por esta bonita obra que resultou certamente de muitas horas de dedicação. Alvarães orgulha-se das suas associações e da sua permanente disponibilidade para colocar a Vila em "movimento".

Ler mais...
Secretário de Estado das Comunidades visitou ATL de Alvarães para luso-descendentes.

Secretário de Estado das Comunidades visitou ATL de Alvarães para luso-descendentes.

20-DEZ-2016

O Secretário de Estado das Comunidades Portuguesas afirmou esta segunda-feira em Alvarães que gostava de ver replicada noutros pontos do país a experiencia do ATL para crianças luso-descendentes. O governante visitou a localidade para conhecer o programa de ocupação de tempos livres em que vão participar até ao final de julho, 20 filhos de emigrantes. O Secretário de Estado, José Luís Carneiro afirmou que “era muito importante que a experiência fosse replicada noutros pontos do país, na medida em que historicamente o país em sempre conviveu bem com aqueles que viviam fora e vinha cá esporadicamente no Natal, na Páscoa e nas férias de Verão”. A iniciativa de apoio às famílias emigrantes de Alvarães é apoiada pela Câmara Municipal de Viana do Castelo. O Secretário de Estado das Comunidades Portuguesas esteve ontem em Viana do Castelo para um conjunto de reuniões e visitas. Em Viana do Castelo, José Luís Carneiro reuniu com os autarcas do Alto Minho e esteve com empresários de Viana do Castelo. A visita do Secretário de Estado das Comunidade Portuguesas começou com uma reunião com os dez autarcas do Alto Minho, onde informou os presidentes das Câmaras da CIM Alto Minho do trabalho que está a ser desenvolvido pelo Governo na melhoria do apoio e informação às comunidades portuguesas na diáspora, tirando partido dos novos meios tecnológicos, bem como articulando serviços e funções como os gabinetes de apoio aos emigrantes que foi constituído na maioria dos municípios. Já na freguesia de Alvarães, o governante visitou o programa de ocupação de tempo livres para as crianças lusodescendentes, designado “Férias Divertidas de Verão” e que foi criado pela primeira vez em 2015 a cargo da junta de freguesia local. Também em Alvarães, José Luís Carneiro reuniu com empresários, dando a conhecer o trabalho da secretaria de estado para a construção de uma rede de apoio ao investimento e à internacionalização de pequenas e médias empresas. A visita terminou com um contacto direto entre empresários de Viana do Castelo e empresários portugueses que estão instalados na comunidade parisiense, criando assim pontes para futuros projetos de cooperação entre si.

Ler mais...
Freguesia de Alvarães promove tempos livres para que luso-descendentes preservem língua e conheçam tradições meninos alvarães

Freguesia de Alvarães promove tempos livres para que luso-descendentes preservem língua e conheçam tradições meninos alvarães

19-DEZ-2016

Na freguesia de Alvarães, a Junta de Freguesia resolveu criar um programa de ocupação de tempo livres para luso-descentes numa tentativa de ajudar o mais novos a preservarem a língua portuguesa e a conhecerem melhor as tradições locais. Numa altura em que a freguesia de Alvarães é fortemente atingida pela emigração, a Junta de Freguesia criou um programa para ajudar os luso-descendentes a manterem a “ ligação à terra natal”. Fernando Martins, autarca local, explicou que, devido ao aumento da emigração, a ideia é que “os filhos dos nossos conterrâneos não percam o contacto com a terra natal”. Por isso mesmo, as atividades que estão a promover ”são sobretudo focadas na linguagem e nos usos e costumes da nossa terra”, como explicou à Geice o responsável. O responsável pela Junta de Alvarães conhece bem a importância desta iniciativa, pois também ele foi emigrante em França. Depois de ter recebido solicitações várias por parte dos conterrâneos que tiveram de emigrar, optou por criar este projeto, para que “os filhos não percam a ligação à freguesia”. “É uma primeira experiência que esperamos que tenha resultados positivos, para podermos continuar”, afirmou Fernando Martins. Os tempos livres incluem o intercâmbio com idosos e a aprendizagem de tradições da freguesia, jogos tradicionais, canções populares, culinária e visitas à cidade de Viana do Castelo. As crianças tomam também contacto com os andores floridos, ex-libris das festas da vila, as Festas de Santa Cruz e dos Andores Floridos. Os tempos livres começaram no final do mês de junho, com o término de mais um ano letivo e o regresso dos emigrantes à terra” e terminam no dia 24 de julho. Para além de filhos de luso-descendentes, o projeto acolhe também as crianças que vivem em Alvarães, num total de 85 meninos e meninas. Ao longo desta iniciativa, que é dirigida a crianças com idades compreendidas entre os 7 e os 13 anos, os mais novos são incentivados a falar português com regularidade. Esta é uma iniciativa apoiada pela Câmara Municipal de Viana do Castelo, incluindo também visitas a vários monumentos da cidade.

Ler mais...

© 2022 Junta de Freguesia de Alvarães. Todos os direitos reservados | Termos e Condições

  • Desenvolvido por:
  • GESAutarquia