Junta de Freguesia de Alvarães

Notícias

Janeiras 2008

Janeiras 2008

08-JAN-2008

Como manda a tradição, o Grupo Folclórico de Danças e Cantares de Alvarães (GFDCA) está, neste primeiro mês de 2008, a percorrer as ruas da freguesia, cantando as Janeiras de casa em casa. É uma forma alegre de o rancho desejar um bom ano a todos os alvaranenses e, simultaneamente, de angariar alguns "trocados" para o financiamento das suas actividades. Mas, como diz uma das quadras que o grupo canta, muito mais importante do que o dinheiro que os donos de cada casa possam dar, é a "chouriça" que eventualmente poderá haver lá pelo fumeiro. Essa "chouriça" representa o convívio entre os elementos do rancho e as pessoas de cada casa, que pode ser traduzido num cálice de Porto para afinar as gargantas, em "duas de conversa" sobre o ano que agora começa, ou mesmo numa desgarrada improvisada entre um qualquer morador que "ouse desafiar" um elemento do rancho. Com a ajuda das concertinas, violas, "ferrinhos" e bombos, o GFDCA vai andar "por aí", ao longo de todo este mês, desejando a todos um 2008 cheio de coisas boas e das maiores venturas a nível pessoal, profissional e familiar.   Este ano, um momento particularmente marcante foi o Cantar das Janeiras na casa de Joaquim Figueiras, fundador do grupo. Joaquim Figueiras, que vive dias complicados por causa de um grave problema de saúde, não conseguiu esconder a emoção. Os elementos do grupo também não. E, por isso, foi de uma forma especialmente sentida e caprichada que ali cantaram as boas festas, num voto comum e muito forte de melhoras para aquele que é o "pai" do rancho de Alvarães. A mensagem que o GFDCA anda a espalhar pela freguesia é esta: «Viva lá patrões da casa Desejamos muita alegria Aqui tem á sua porta O rancho da freguesia   Aqui vimos nós todos reunidos Dar as boas festas aos nossos amigos Não é por interesse, nem pelo dinheiro É pela chouriça que está no fumeiro Oh rapaziada não vos esqueçais Dar as boas festas na noite de Reis   Boas festas, boas festas Para todos em geral Do maior ao mais pequeno Para ninguém ficar mal.»

Ler mais...
Desfile de Pais Natal

Desfile de Pais Natal

27-DEZ-2007

As crianças de Alvarães tiveram, este ano, direito a um Natal diferente. Não só porque o Pai Natal chegou mais cedo à freguesia, mas também porque o homem das longas barbas brancas decidiu dar descanso às renas e aos trenós e se atreveu a apresentar-se de moto.Na realidade, não estamos a falar de pai Natal, mas sim dos Pais Natal. Foram cerca de cinquenta os jovens de Alvarães que, imbuídos de um grande espírito de solidariedade, vestiram o fato vermelho, montaram nas suas motos e foram pelas ruas da freguesia distribuir guloseimas pelos mais pequenos.Mas o espírito solidário dos jovens de Alvarães foi ainda mais longe. Duas Mães Natal puseram os pés ao caminho e foram ao encontro de adultos que ainda são crianças, portadores de deficiência, em alguns casos profunda, levando também a eles um mimo nesta quadra festiva.De todos, sem excepção, Pais e Mães Natal receberam um sorriso contagiante e um impagável brilho no olhar. Todos sem excepção, Pais e Mães Natal garantem desde já que para o ano vão voltar a invadir Alvarães. Porque o Menino Jesus, quando nasceu, foi para todos.

Ler mais...
Presépio ao vivo

Presépio ao vivo

27-DEZ-2007

O Agrupamento de Escuteiros S. Miguel de Alvarães promoveu, no dia 24 e pelo sexto ano consecutivo, um presépio ao vivo. Este ano, o palco foi o espaço fronteiriço à Igreja Paroquial, o que conferiu maior visibilidade àquele quadro natalício. O presépio foi apresentado no final da missa do dia, merecendo rasgados aplausos de todos quantos tiveram oportunidade de o apreciar.  Uma palavra de muito apreço para os pioneiros do Agrupamento de S. Miguel, que foram incansáveis na preparação deste presépio e insuperáveis na forma como o representaram. O Agrupamento deseja a todos os Alvaranenses um próspero Ano Novo, cheio de saúde, paz e amor. Pela nossa parte, prometemos continuar "Sempre Alerta", para ajudar a construir uma sociedade cada vez mais justa e solidária.

Ler mais...
"Transportes Urbanos Têm de Chegar a Alvarães!"

"Transportes Urbanos Têm de Chegar a Alvarães!"

20-DEZ-2007

Fernando Martins já vai no segundo mandato como presidente da Junta de Freguesia de Alvarães. Candidatou-se para perceber a razão que fazia com que pouco ou nada fosse investido na freguesia.  Pouco mais de seis anos depois garante que já saldou as dívidas dos antecessores, mas quer continuar à procura de uma forma quase que mágica para desenvolver esta vila. In "Jornal Altominho"

Ler mais...
39 ANOS A DAR AS VOLTAS DO VIRA

39 ANOS A DAR AS VOLTAS DO VIRA

10-DEZ-2007

RANCHO DE ALVARÃES39 ANOS A DAR AS VOLTAS DO VIRA  O Grupo Folclórico de Danças e Cantares de Alvarães comemorou a 08 de Dezembro o seu 39º aniversário. Ao longo destes anos, o "rancho" tem-se assumido como um grande embaixador da nossa terra, das nossas gentes e das nossas tradições, quer no país quer no estrangeiro. Envolve pessoas de todas as idades, que se têm mostrado verdadeiramente insuperáveis da arte de bem dar as voltas do vira.  Numa altura em que o grupo se aproxima da idade da ternura, o grupo tem um grande desafio pela frente: a construção da sua sede. Um desafio que durante muitas décadas não passou de um sonho, mas que agora, finalmente, acreditamos que se poderá tornar realidade. Todos juntos vamos conseguir. Porque o rancho merece.  Em Outubro de 1968, por iniciativa do seu primeiro fundador, Sr. Adelino Lário, e com o principal propósito da preservação e divulgação da etnografia de Alvarães, surgiu o Grupo Folclórico de Danças e Cantares de Alvarães.Quase sempre com a colaboração do Sindicato dos Cerâmicos de Alvarães, com a cedência de espaço para ensaios e reuniões, foi este Grupo dando os seus primeiros passos.Passados que são 39 anos, muita coisa tem acontecido de bom neste Grupo Folclórico.  Quase meio milhar de componentes, de alguma maneira, já estiveram ligados a este Grupo e quase todos eles hoje continuam a ser nossos amigos.Cerca de 1.200 actuações foram por nós efectuadas, das quais umas 150 em diversos países por onde fomos passando.Hoje há um sem número de actividades por nós realizadas ou onde somos parceiros activos.  Realizamos anualmente, em Maio, em colaboração com a Festa das Cruzes, uma tarde ou noite de folclore, que vai já na sua XXX edição.O cantar das Janeiras e Reisadas é por nós revivido já há vários anos.Procedemos ao intercâmbio com centenas de Grupo Folclóricos nacionais e estrangeiros na divulgação do nosso Folclore.  Participamos em vários festivais internacionais, alguns de grande qualidade em Espanha, França, República Checa, Hungria, Itália e Suíça, levando o que de mais rico existe nesta região e neste país a nível de etnografia. Destes gostaria de destacar a extraordinária qualidade organizativa do XII Festival de Giongyos- Hungria e a dimensão do 48º Festival Mundial de Agrigento - Cecília - Itália onde estiveram presentes 24 países com 36 Grupos Folclóricos. De ambos as recordações são extraordinárias e a imagem que lá ficou do Grupo de Alvarães continua a ser para nós grande motivo de orgulho.Temos colaborado no Festival Internacional do Alto Minho, recebendo em nossas casas elementos de grupos de vários pontos do mundo, que têm participado num dos que é hoje considerado pelo CIOFF um dos melhores festivais internacionais deste país.Temos também grandes tradições no cantar das Janeiras, seja pela freguesia, porta a porta, seja nos encontros promovidos pela Câmara de Viana do Castelo, no Teatro Municipal Sá de Miranda.No cortejo carnavalesco de Viana do Castelo, costumamos igualmente marcar presença, assim como no cortejo etnográfico da Festa da Senhora d'Agonia, onde sempre levamos um andor florido e outros "motivos" de destaque da nossa freguesia, como foi o caso, este ano, das Telheiras de Alvarães e da Fábrica Campos. Realizamos feirões na Praça da República, onde tentamos comercializar produtos o mais "caseirinhos" possível.Somos sócios efectivos da Federação do Folclore Português, membros do INATEL, considerados desde 1998 Organismo de Utilidade Pública e sócios da Associação de Grupos Folclóricos do Alto Minho, bem como Associação com estatuto RNAJ, visto a grande maioria dos seus componentes serem jovens.  

Ler mais...
Aniversário A.D.C.A.

Aniversário A.D.C.A.

10-DEZ-2007

A. D. C. A. Foi no passado dia 1 Dezembro que a Associação Desportiva e Cultural de Alvarães, celebrou o seu trigésimo segundo aniversário. Os membros desta direcção, não quiseram deixar passar esta data em claro e com o apoio de algumas pessoas anónimas, brindaram os jogadores e patrocinadores com um pequeno lanche e o inevitável bolo de aniversário.  Parabéns Associação Desportiva e Cultural de Alvarães   A direcção deseja a todos votos de FESTAS FELIZES

Ler mais...
Burlão da Segurança Social em Viana do Castelo

Burlão da Segurança Social em Viana do Castelo

06-DEZ-2007

Idosa ficou sem a reforma de 250 euros. Homem aparenta 30 a 40 anos. Uma mulher de 69 anos, de Alvarães, Viana do Castelo, foi burlada por um falso técnico da Segurança Social que acabou por lhe roubar cerca de 250 euros. O burlão, aparentando entre 30 e 40 anos, apresentou-se na casa da mulher como sendo da Segurança Social, o que a vítima, com deficiência motora, não estranhou porque já tinha contactado aquele organismo solicitando apoio para construção de uma rampa na casa onde habita. «Como ando em cadeira de rodas, tinha pedido ajuda há mais de um ano, para me construírem aqui uma rampa de acesso a casa. Na altura, até perguntei ao moço por que é que demoraram tanto tempo a vir cá, mas ele disse-me que estas coisas levam sempre o seu tempo», contou a vítima, Lucinda Sá, moradora na Rua do Paúzo, em Alvarães. O indivíduo «tornou-se ainda mais convincente» quando pediu à sexagenária o cartão de beneficiária e o nome dos medicamentos que está a tomar, «exactamente como fizeram as técnicas da Segurança Social, quando ali se deslocaram». Quando a idosa pegou na bolsa onde tinha os rótulos dos medicamentos, o burlão apanhou o envelope com a reforma e roubou-o, pondo-se imediatamente em fuga. O indivíduo já andaria «a rondar a porta», há três ou quatro dias, fazendo-se transportar num Opel Corsa cinzento com as letras RP na matrícula.

Ler mais...
Homenagem Escutista

Homenagem Escutista

03-DEZ-2007

No dia 4 de Agosto (sábado à noite) enquanto se realizava o fogo de concelho no nosso Acampamento de Agrupamento, o Chefe Eugénio Barreto, nada de especial esperava, até ser surpreendido por uma Homenagem pelos seus 35 anos de dedicação ao Escutismo (1972-2007).Esta sua homenagem realizou-se através da leitura de uma carta realizada pelo grupo Pioneiro e outra do seu grande companheiro escutista Paulo Lages, seguidas da atribuição de um Livro de Honra, com dedicatória de pessoas que com ele assumiram o seu ideal escutista, bem como dos pais dos escuteiros, do agrupamento que lidera e dos seus antigos companheiros. Também recebeu uma lembrança "Saudação Escutista", de todo o Agrupamento. A sua expressão por si dizia tudo, as lágrimas de alegria e a sua célebre frase: "Isto é um peso para mim"... Mas a pensar que tinha terminado, a sua homenagem ainda mal tinha começado. De seguida uma apresentação de fotografias realizada pelo grupo Pioneiro, mas apoiada por todo o Agrupamento, deu inicio. Uma exposição fotográfica de todo o seu percurso escutista, desde a sua promessa de explorador até ao cargo que desempenha junto de todos os jovens escutas na nossa Vila de Alvarães. Comovido, mas ainda com forças de receber mais umas pequenas lembranças, tais como: um pequeno quadro com duas fotos suas, uma de explorador (Assim chegaste...) e outra actual (Assim ficaste...), uma camisola assinada por todo o Agrupamento, outra para ser usada na Chefia dos Pioneiros, bem como ainda um CD para mais tarde ver a sua apresentação fotográfica e um quadro com a sua camisola exposta, cheia de assinaturas... No final comovido de alegria e agradecido por todo o esforço que tem feito para com o seu agrupamento, nada conseguiu dizer, apenas Obrigado! Queremos agradecer o empenho que desde sempre teve e sempre terá por muitos mais anos, porque "Escuteiro um dia, Escuteiro sempre!"  In "o Alvaranense"

Ler mais...

© 2022 Junta de Freguesia de Alvarães. Todos os direitos reservados | Termos e Condições

  • Desenvolvido por:
  • GESAutarquia